CMA CGM não irá mais transportar resíduos plásticos em seus navios

Foto: Divulgação / CMA CGM


A CMA CGM anunciou que não irá mais realizar o transporte de resíduos plásticos em seus navios. O fato foi anunciado na última semana por Rodolphe Saadé, CEO da companhia, durante o One Ocean Summit, seminário organizado por Emmanuel Macron, presidente da França.

O objetivo é diminuir os volumes de exportação de lixo plástico para destinos em que não há garantias de que esses resíduos serão reciclados de forma adequada. Essa “não-reciclagem” pode acarretar no descarte de plástico a céu aberto ou mesmo no despejo em rios – que, por sua vez, tendem a arrastar o lixo até o mar aberto.

Mesmo no processo de transporte, há a tendência de perdas de material, o que também geraria poluição.

Segundo o divulgado pela CMA CGM em um comunicado oficial, “…todos os anos, cerca de dez milhões de toneladas de resíduos plásticos vão parar nos mares. Se nenhuma medida for tomada, esse número deverá triplicar nos próximos vinte anos e chegar a 29 milhões de toneladas anuais, o que irá causar danos irreversíveis aos ecossistemas marinhos, à fauna e à flora.”


“Com a decisão de que não irá mais transportar resíduos plásticos em seus navios, a CMA CGM previne que esse tipo de descarte seja exportado para destinos em que a reciclagem não possa ser garantida”, diz a companhia.

No mesmo seminário, a CMA informou que transportava anualmente cerca de cinquenta mil containers só de resíduos plásticos. A medida passa a vigorar a partir do dia 1º de junho deste ano.

O site TradeWinds aponta que os Estados Unidos são um dos maiores exportadores desses resíduos para posterior reciclagem – e seu maior comprador era a China, até que, em 2018, o país asiático proibiu essas importações. As exportações então passaram para outros países, como Camboja, Índia, Indonésia e Malásia.

A exportação de lixo e resíduos é um tema que retorna ao noticiário com alguma frequência, chamando a atenção de organizações, instituições e empresas preocupadas com a sustentabilidade do comércio global.


Fontes: CMA CGM, TradeWinds, Maritime Executive


***Ainda não tá seguindo O Container Diário no LinkedIn??? E no Instagram???***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s